Notícias

MRV Engenharia recebe o Prêmio Época Empresa Verde 2016

27/10/2016

Vencedoras mostram que boas práticas ambientais são estratégia de negócio

MRV Engenharia recebe o Prêmio Época Empresa Verde 2016
As empresas não estão deslocadas da sociedade. Elas precisam assumir responsabilidades sociais e ambientais. Sem deixar de gerar lucro, emprego e renda. Muitas já o fazem. Algumas das empresas mais importantes do Brasil e do mundo adotam práticas e políticas que permitem produzir com mais eficiência, melhorar o uso sustentável dos recursos e desenvolver as regiões em que operam. Destacá-las é o papel do Prêmio ÉPOCA Empresa Verde, realizado desde 2008 em parceria com a consultoria PricewaterhouseCooper (PwC).
A edição deste ano do prêmio tem duas novidades. A primeira é como premiamos as empresas do setor financeiro. Elas são avaliadas pela forma como usam seu próprio negócio - sua política em relação ao crédito e financiamento - para a sustentabilidade. Condicionar o crédito à aplicação de medidas socioambientais pode fazer diferença para um obra ou projeto.
A outra novidade é a categoria que premia iniciativas empresariais que dialogam com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU. A ideia é mostrar que as iniciativas ambientais das empresas não podem ser isoladas. Elas têm de ter impacto também no entorno, nas comunidades, na vida de funcionários e consumidores. A iniciativa que mais se aproxima dessa dimensão social e nostorna mais próximos do cumprimento dos 17 objetivos da ONU foi escolhida para ser um exemplo para outras empresas. O vencedor dessa categoria foi escolhido junto com a Rede Brasil do Pacto Global da ONU. A seguir, você vai conhecer o que as seis empresas campeãs fazem pelo meio ambiente e para garantir seu próprio futuro sustentável. 
 
MRV
Minha Casa Verde
A construtora MRV se viu em meio a um dilema econômico ao construir empreendimentos para o programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Como o programa determina um preço fixo, a empresa não pode abaixar preços para se diferenciar dos concorrentes. Como se sobressair? "Nós tínhamos de fazer diferente para que o cliente escolhesse o nosso produto", diz o gestor executivo da empresa, José Luiz da Fonseca.
A ideia foi expandir as ações de sustentabilidade, nas obras e nos apartamentos, para mostrar aos clientes que a construtora era diferente. O plano deu certo. A empresa passou a usar madeira certificada e de reflorestamento, reduziu o consumo de energia, promoveu, nos projetos de apartamentos, a iluminação natural e a eficiência energética. Conseguiu, dessa forma, reduzir suas emissões de gases de efeito estufa - e melhorar a qualidade de vida dos consumidores. De 2015 em diante, todos os imóveis entregues pela construtora são carbono zero. As emissões que a empresa não consegue evitar são compensadas pelo plantio de florestas. Por isso, foi escolhida pelo prêmio na categoria "Mudanças Climáticas - Serviços". Na MRV, as metas de sustentabilidade são requisitos para o  pagamento de bônus. Ou seja, todos os funcionários, dos executivos aos operários, têm nos próprios bolsos o interesse em reduzir emissões. 

Fonte: Revista Época.