Relacionamento com o cliente

20/05/2015

Google apresenta o visor Cardboard

Aparelho de realidade virtual foi criado em 2014 por funcionários do buscador.

Criado em junho de 2014 por um grupo de funcionários do Google nos Estados Unidos para uma conferência de desenvolvedores da companhia, o Google Cardboard – um aparelho que funciona como um visor de realidade virtual montado em uma estrutura bem simples, de papelão – tinha uma intenção: democratizar a experiência da realidade virtual.

O desejo de seus criadores se concretizou: hoje qualquer pessoa pode acessar o site do Google e fazer o download do kit de fabricação, seguindo as diretrizes para fazer seu Cardboard inspirado no Google Cardboard. Ao mesmo tempo, o modelo original já vem sendo utilizado no Brasil e é uma das apostas do Google por aqui, uma vez que se trata de um ponto de entrada de baixo custo para a realidade virtual.
 
Renner e as construtoras Plano & Plano e MRV realizaram ações com esse artefato feito de um pedaço de papelão dobrável, duas lentes, um microchip, um imã, um elástico e duas fitas de velcro.  Igor Lima, diretor de negócios do Google Brasil, conta que em dezembro do ano passado mais de 500 mil Cardboards foram vendidos em todo o mundo. 
O Google não revela o custo de fabricação do Google Cardboard e Lima explica que é porque ele pode variar muito dependendo do material usado na fabricação. “Hoje em dia, você pode encontrar Cardboards feitos a partir de todos os tipos de materiais, como plástico, madeira, metal e até mesmo caixas de pizza”, diz. 
O Google Cardboard só funciona conectado ao celular. Ele tem um espaço onde é necessário encaixar o celular, que funciona como o “hardware” do visor. Atrelado a isso, o conteúdo precisa estar em um app criado especialmente para o Cardboard.
 
A Renner foi a primeira empresa do país a utilizar a tecnologia, em janeiro deste ano. Na ocasião, quem esteve no Preview Outono-Inverno Renner 2015, evento de lançamento de coleção da rede, teve uma experiência diferente: enquanto as peças estavam expostas nos ambientes especialmente preparados para a ocasião, as tendências que inspiraram a nova coleção da marca também podiam ser conferidas através do Google Cardboard.
 
A MRV criou um estande virtual 24 horas no qual era possível visitar vários empreendimentos de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro sem sair de casa, através de uma série de ferramentas.
 
“O projeto Cardboard da MRV surgiu como uma iniciativa da empresa para inovar em um momento em que o mercado imobiliário precisa repensar a forma de vender imóveis. A MRV tem maior foco em imóveis populares e hoje o seu público-alvo procura imagens de imóveis na internet como parte do processo de compra de um apartamento. Entendendo esse cenário, a empresa decidiu trazer a experiência da visita ao apartamento decorado para o mundo virtual pegando as imagens de seus decorados e colocando dentro de um aplicativo onde o tour virtual seria possível através do Cardboard”, conta Lima.
 
Vendas
O Cardboard tornou-se uma ferramenta de vendas para o corretor de imóveis e, ao ser levado pelo potencial cliente para casa, amplia suas possibilidades de atingir, por exemplo, seus amigos e familiares no próprio celular, já que, segundo destaca o executivo do Google, 89% da classe emergente no Brasil possuiu celulares que rodam sistema Android.
 
No caso da MRV, a empresa já possuía imagens dos seus apartamentos decorados disponíveis dentro do Google Business View do Google Maps, onde os consumidores já tinha a possibilidade de navegar dentro dos apartamentos como se navega no Street View do Google Maps. Lima afirma que a criação de um aplicativo ampliou as possibilidades desse tour. O aplicativo utiliza essas imagens do Google Business View e transforma a navegação dentro do imóvel em algo mais fluido, como se a pessoa estivesse passeando entre os cômodos. Para cada lado que o Cardboard é apontado, a pessoa vê algo novo, como se estivesse dentro de um empreendimento.
 
O aplicativo ainda permite que a experiência seja acompanhada por uma trilha de fundo ou qualquer outro recurso de suporte de áudio ou vídeo para incrementar ainda mais a experiência virtual. “Uma das apostas da MRV é utilizar a aplicação no próximo Feirão da Caixa. Desta maneira, as pessoas terão a experiência de ‘visitar’ um apartamento decorado sem ter de se deslocar”, explica. Segundo ele, a intenção do Google daqui para frente é incentivar o uso do visor, fazendo o download do kit e seguindo as instruções de fabricação. O link é https://www.google.com/get/cardboard/manufacturers/.

Últimas notícias

02/10/2019

MRV CHEGA AOS 40 ANOS COM MERCADO CONSOLIDADO

Saiba Mais

01/10/2019

Capitalismo é visto por empresário como gerador de melhorias para a sociedade

Construtora investe em tecnologias que permitem reduzir os custos e o tempo de execução do projeto

Saiba Mais

01/10/2019

40 anos transformando sonhos em realidade

Saiba Mais

30/09/2019

País só terá sucesso se pacificar a política, diz controlador da MRV

Rubens Menin diz também que não dá para crescer se a classe média ficar para trás

Saiba Mais

29/09/2019

Vizinhos vão compartilhar compras no futuro próximo, diz construtor

Para um dos principais empresários do setor, internet das coisas vai mudar a forma de morar

Saiba Mais

20/09/2019

Dia da árvore: MRV plantou mais de 5,6 mil árvores no Paraná em 2019

Saiba Mais

29/08/2019

MRV contrata estudantes de engenharia para trabalhar em BH e mais 12 cidades mineiras

Inscrições para o programa de estágio da construtora podem ser feitas até do dia 15 de setembro

Saiba Mais

24/08/2019

Nova maternidade é inaugurada em Novo Hamburgo

Hospital de Novo Hamburgo realiza, em média, 250 partos por mês, obras tiveram um investimento de R$ 500 mil

Saiba Mais

Compartilhe essa informação com seus amigos, familiares e conhecidos.

<<<<<<< .mine ||||||| .r750 ======= >>>>>>> .r765