Relacionamento com o cliente

13/07/2018

MRV tem o melhor 2º trimestre da história

A companhia já obteve licenças para 60% dos imóveis planejados para a segunda metade do ano

A MRV elevou em 28,3% os lançamentos no segundo trimestre deste ano, retomando o crescimento depois de um primeiro trimestre mais fraco, e prevê acelerar o ritmo das operações para atingir a meta de 50 mil unidades lançadas por ano até o fim de 2018.

"Estamos otimistas para o segundo semestre, a despeito de haver eleição, e nossa estratégia passa mais por lançar em cidades com muita demanda e pouca oferta", disse à Reuters o copresidente da maior construtora de imóveis econômicos do país, Rafael Menin.

De acordo com ele, a companhia já obteve licenças para 60% dos imóveis planejados para a segunda metade do ano. "Essa é a etapa mais lenta... Mas temos estoque de alvarás bastante elevado, com vários empreendimentos na iminência de serem lançados", explicou o executivo.

Conforme prévia operacional divulgada hoje (12), a MRV lançou R$ 1,7 bilhão em Valor Geral de Vendas (VGV) entre abril e junho, alta de 28,3% na comparação anual, recuperando parcialmente uma queda de 33,6% no primeiro trimestre em razão de questões burocráticas envolvendo a aprovação de projetos em regiões desabastecidas.

No acumulado deste ano, foram lançadas 16.417 unidades, o equivalente a R$ 2,514 bilhões. A cifra é 1,2% menor que do mesmo período de 2017 e, segundo Menin, fica abaixo da meta de 22 mil unidades traçada para os seis primeiros meses de 2018.

"Recuperamos uma parte razoável do prejuízo do primeiro trimestre e estamos confiantes de que o terceiro e quarto vamos fechar com o número planejado de 50 mil unidades", comentou o copresidente.

As vendas contratadas da MRV aumentaram 5,4% no segundo trimestre, para R$ 1,53 bilhão, elevando o total negociado desde o início do ano para R$ 3,03 bilhões, um montante 9,3% maior em relação a janeiro e junho de 2017.

O resultado trimestral seria R$ 59,1 milhões melhor se não fosse pela implementação da 'venda garantida', por meio da qual a venda é reconhecida somente na assinatura do financiamento bancário, uma prática implementada com o objetivo de zerar os distratos. O mecanismo foi implementado em quatro novas regiões no segundo semestre, atingindo 60% das operações da construtora, afirmou Menin.

Como resultado, a relação distratos sobre vendas caiu a 15,9% no fim de junho, ante 17,8% em março e 19,5% um ano atrás. "O distrato cai trimestre contra trimestre... Esperamos fechar o ano com perto de 100% [das operações na venda garantida]", disse o copresidente da MRV.

Menin ainda revelou que a construtora já desembolsou cerca de 45% dos R$ 500 milhões destinados à aquisição de terrenos em 2018. "Ano que vem o número será parecido e a partir de 2020 começará a cair", contou o executivo, lembrando que nos últimos quatro anos a empresa comprou mais áreas do que lançou.

Últimas notícias

06/04/2020

Empresários lançam movimento #NãoDemita na web

Empresários de todos os setores e dimensões podem assinar o manifesto e se juntar ao movimento no próprio site.

Saiba Mais

16/03/2020

Plantas da MRV em realidade aumentada

Tecnologias permitem projeção em 3D de plantas baixas oferecendo mais interatividade ao consumidor

Saiba Mais

08/02/2020

As empresas mais inovadoras do Brasil

Empresa de 40 anos aposta na industrialização dos canteiros e em um novo conceito de moradia econômica

Saiba Mais

30/01/2020

MRV sobe mais de 5% após lançar plataforma de vendas online

Construtora pretende desburocratizar processos de aquisição de imóveis

Saiba Mais

20/01/2020

MRV tem alta de 6% em lançamentos no 4º tri

A empresa afirmou que a concentração dos lançamentos ocorreu em dezembro

Saiba Mais

14/01/2020

Como a MRV Engenharia busca, pensa e estrutura a inovação?

Incorporadora tem investido em diferentes tecnologias emergentes. Recentemente, inaugurou laboratório dedicado à inovação

Saiba Mais

17/12/2019

Estamos vivendo um momento histórico no País. Talvez, não tenhamos entendido a magnitude dele

Uma das lideranças da MRV, incorporadora mineira com valor de mercado de R$ 8,7 bilhões, Eduardo Fischer investe em imóveis que atendem às novas tendências de consumo, com áreas verdes, conectividade e fontes de energia renováveis

Saiba Mais

12/12/2019

MRV conclui captação de primeiro fundo da Luggo

Operação teve lastro em 452 unidades de quatro empreendimentos residenciais

Saiba Mais

Compartilhe essa informação com seus amigos, familiares e conhecidos.