Relacionamento com o cliente

26/06/2018

Termo para adoção de área em projeto de novo bairro planejado é assinado pelo prefeito

Começou a ser implantado na capital, um ousado projeto urbanístico com o lançamento da pedra fundamental do Parque Mosaico

O projeto imobiliário de iniciativa privada traz para a capital um novo conceito de bairro planejado e que irá valorizar outros três bairros das zonas Oeste e Centro-Oeste da capital. “Antigamente, era fazer as obras e vender os apartamentos e pronto. Aqui não, é um compromisso permanentemente com as pessoas. A empresa MRV Engenharia vem com a proposta de fazer a urbanização no entorno do empreendimento e dentro dele, com posto policial, escola, creche, tudo aquilo que é necessário para tornar autossuficiente a comunidade”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto ao assinar o termo de doação de uma área de quase 20 mil metros quadrados dentro do empreendimento.

A solenidade de assinatura foi realizada no canteiro de obras do Parque, localizado na avenida desembargador João Machado, bairro Planalto, onde o prefeito pode conferir a revitalização que está sendo promovida no entorno da via, incluindo serviços de tapa-buracos, recapeamento asfáltico, pintura de muros, execução de calçadas, fechamento de terrenos, entre outras melhorias.

“Esse projeto coincide e soma-se ao nosso ousado Plano de Obras de Verão, que já está revigorando a aparência de muitas e muitas ruas da capital e que tem a meta de atender 10 mil vias em toda cidade. E nas zonas Oeste e Centro-Oeste, contamos com a iniciativa da MRV, que já tem trabalhado na revitalização das ruas do entorno de seu empreendimento. Manaus merece e agradece esse tipo de parceria”, ressaltou Arthur Neto.

Além do Planalto, o Parque Mosaico alcançará, ainda, os bairros Lírio do Vale e Tarumã, contemplando, além das melhorias viárias em contrapartida ao impacto das obras nas comunidades do entorno, área para instalação de 14 equipamentos comunitários em localizações privilegiadas, destinados à Prefeitura de Manaus, para construção de escolas, creches e unidades de saúde, além de 11 áreas verdes e a previsão para a construção de 15 novas vias, incluindo faixas destinadas a ciclovias, vias locais e seis vielas, fazendo a integração da arquitetura aos generosos espaços públicos das praças, ruas e alamedas do projeto.

“É um projeto que significa emprego para 10, 15 anos. Estão investindo e gerando emprego em cadeia, isso porque o emprego gerado na Construção Civil, aqui no empreendimento, vai representar estímulo também ao comércio e à indústria, inclusive, na contratação de pessoas. É um círculo virtuoso em substituição ao vicioso da estagnação”, salientou o prefeito Arthur Neto.


Projeto

Toda tramitação de aprovação do Parque Mosaico foi feita pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), sendo o empreendimento submetido à análise e aprovação de parcelamento de solo, na modalidade loteamento, conforme a Lei Complementar 004/2014.

“O projeto remodela uma área que alcança três bairros, constituindo um novo formato de bairro planejado, num grande masterplan, promovendo o desenvolvimento e a melhoria urbana geral”, explica o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Claudio Guenka.

O Parque Mosaico prevê a implantação de 40 quadras de lotes privados, com previsão de 6 mil unidades mistas – uso comercial e residencial. Nas quadras, poderão ser executados projetos comerciais, de serviços e residenciais, com uso diversificado e um desenho urbano de qualidade e que promove a segurança local, devido à presença de pessoas nos espaços públicos.

Todas as áreas verdes ficam próximas a Áreas de Preservação Permanente (APPs), que serão acessadas apenas por vielas, garantindo a preservação e conservação das mesmas. Trata-se de um empreendimento que obedece a todos os parâmetros de ocupação determinados pelo Plano Diretor.

“Nós vamos entregar o bairro com creche, escola, posto policial, rede Wi-fi nas áreas comuns e sistema de monitoramento 24h. Os empreendimentos também terão energia solar, um selo de segurança, selo digital, então a MRV está trazendo para Manaus o que a companhia tem de mais moderno, um novo conceito de moradia”, garantiu o presidente da MRV Engenharia, Rafael Menin, presente no evento que marcou o início dos trabalhos da empresa na capital.

No total, serão mais de 6 mil unidades em todo empreendimento, sendo entregues em várias etapas ao logo dos próximos 15 anos. O primeiro produto a ser lançado está dentro do programa federal “Minha Casa, Minha Vida” e vai contemplar a população com renda de três a dez salários mínimos. A estimativa de entrega é para este primeiro produto é de 24 meses.

Galeria de Fotos

Últimas notícias

06/04/2020

Empresários lançam movimento #NãoDemita na web

Empresários de todos os setores e dimensões podem assinar o manifesto e se juntar ao movimento no próprio site.

Saiba Mais

16/03/2020

Plantas da MRV em realidade aumentada

Tecnologias permitem projeção em 3D de plantas baixas oferecendo mais interatividade ao consumidor

Saiba Mais

08/02/2020

As empresas mais inovadoras do Brasil

Empresa de 40 anos aposta na industrialização dos canteiros e em um novo conceito de moradia econômica

Saiba Mais

30/01/2020

MRV sobe mais de 5% após lançar plataforma de vendas online

Construtora pretende desburocratizar processos de aquisição de imóveis

Saiba Mais

20/01/2020

MRV tem alta de 6% em lançamentos no 4º tri

A empresa afirmou que a concentração dos lançamentos ocorreu em dezembro

Saiba Mais

14/01/2020

Como a MRV Engenharia busca, pensa e estrutura a inovação?

Incorporadora tem investido em diferentes tecnologias emergentes. Recentemente, inaugurou laboratório dedicado à inovação

Saiba Mais

17/12/2019

Estamos vivendo um momento histórico no País. Talvez, não tenhamos entendido a magnitude dele

Uma das lideranças da MRV, incorporadora mineira com valor de mercado de R$ 8,7 bilhões, Eduardo Fischer investe em imóveis que atendem às novas tendências de consumo, com áreas verdes, conectividade e fontes de energia renováveis

Saiba Mais

12/12/2019

MRV conclui captação de primeiro fundo da Luggo

Operação teve lastro em 452 unidades de quatro empreendimentos residenciais

Saiba Mais

Compartilhe essa informação com seus amigos, familiares e conhecidos.