Relacionamento com o cliente

Português Inglês
14/10/2016

MRV Engenharia adere ao protocolo climático do estado de São Paulo

atuação socioambiental

Buscando fortalecer a sua atuação socioambiental, a MRV Engenharia, líder na construção de moradias populares no país, confirmou em setembro último a adesão ao Protocolo Climático do Estado de São Paulo, lançado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Trata-se de uma iniciativa de adesão voluntária feita pelo governo paulista para estimular as empresas a reduzir emissões de gases de efeito estufa. O preenchimento deste formulário permitirá ao Governo identificar empresas e entidades líderes em estratégias para enfrentar as mudanças climáticas e estabelecer políticas públicas por meio da utilização de tecnologias limpas adotadas pelas empresas. 
Ao integrar este Protocolo, a MRV informará dados sobre volume de emissões anuais das suas operações no Estado de S. Paulo, a metodologia utilizada para mensurá-las, o alcance das informações (se limitadas às operações diretas ou se abrangem toda a cadeia de valor), se os dados foram validados por uma certificadora externa e as metas para diminuir a liberação dos gases-estufa.
Segundo Eduardo Fischer, presidente da MRV, as novas iniciativas refletem o trabalho intenso da empresa para promover projetos em prol do meio ambiente e da sociedade. “Temos buscado implementar ações sustentáveis de forma responsável e transparente, em consonância com as melhores práticas do mercado”, diz ele. 
Desde 2010, os dados sobre a emissão de gases de efeito estufa vêm sendo medidos pela empresa. No ano passado, a MRV passou a integrar o Programa Nacional GHG Protocol do Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Buscamos zelar pela responsabilidade ambiental nas diferentes etapas da cadeia de produção na MRV”, afirma José Luiz Esteves Fonseca, gestor executivo de segurança do trabalho.  
A abertura dos dados ambientais da empresa ao mercado e a verificação externa feita por auditoria independente deram à MRV em maio deste ano o selo OURO do Programa Brasileiro do GHG Protocol. A MRV foi a única empresa do segmento a obter essa classificação em 2016. 
Outro passo importante nesta direção foi a confirmação à adesão da MRV ao Protocolo Climático do Estado de S. Paulo.  “A nossa expectativa é pontuar bem neste protocolo”, observa Núbia Nunes Lacerda, coordenadora de projetos ambientais da MRV em São Paulo. Quanto maior for o número de respostas dadas às questões do formulário do Protocolo, mais alta será a pontuação da empresa nesta iniciativa. 
 
Números MRV
Só em 2015 a MRV compensou 22.938,94 toneladas de CO2 no Escopo 1 (emissões diretas da operação) e no Escopo 2 (emissões indiretas pelo consumo de energia elétrica). A empresa tem se mobilizado para diminuir ainda mais estes números. Entre 2014 e 2015, houve redução de 16% das emissões de gás de efeito estufa principalmente pela diminuição de consumo de energia elétrica em 41%.
“Temos feito um esforço intenso para debater a sustentabilidade na empresa”, diz Thaís de Morais Souza, analista ambiental e coordenadora dos inventários ambientais da MRV. “Criamos o Plano de Gestão de Carbono no qual são oferecidas palestras de conscientização periodicamente às equipes administrativas e de produção em diversas partes do país”, explica ela.  “Os resultados tem sido muito promissores porque já percebemos os funcionários preocupados com o meio ambiente e buscando soluções para minimizar possíveis impactos”, completa ela, satisfeita. 


Email enviado com sucesso!

Compartilhe essa informação com seus amigos, familiares e conhecidos.