relacionamento com o cliente

03/03/2015

MRV pretende reduzir ciclo médio de obras em até 20 por cento

Os resultados financeiros completos serão divulgados em 5 de março.

A MRV Engenharia pretende reduzir o ciclo médio de obras em até 20 por cento em 2015, enquanto prevê entregar todas as unidades em construção com antecedência.
 
No ano passado, a construtora entregou 68 por cento de suas obras de um a 14 meses antes do prazo, como parte de um projeto iniciado em 2010. A entrega de chaves cresceu 37 por cento em relação a 2013, chegando a 42.505 unidades, sendo 28.903 entregues com alguma antecedência.
 
As entregas têm impacto direto sobre a geração de caixa da companhia, que no acumulado de 2014 até setembro foi de 330 milhões de reais, queda de 14,7 por cento sobre o mesmo período de 2013.
 
"Quando o projeto foi lançado, a ótica mais relevante foi o cliente, sabendo que teríamos também um ganho reduzindo o ciclo do negócio", disse à Reuters o copresidente da companhia Rafael Menin.
 
O ciclo médio de obra da MRV após o lançamento é de 20 meses, número que a empresa pretende reduzir em até 20 por cento até o final do ano, disse Menin.
 
"A safra (de imóveis) mais nova com certeza será com ciclo médio mais curto do que a safra que está se encerrando agora", disse o executivo, acrescentando que a entrega de obras com antecedência deve chegar a 100 por cento em 2015.
 
O executivo disse, ainda, que apesar da deterioração do cenário econômico, janeiro e fevereiro foram "meses normais". "Continuamos vendendo com percentual bastante alto", disse, sem fazer projeções.
 
A MRV encerrou o quarto trimestre com vendas 20,5 por cento maiores na comparação anual, devido às condições favoráveis de crédito no segmento de imóveis econômicos aliadas a um quadro de concorrência ainda baixa no setor.
"Os bancos em 2014 apertaram o crédito e, a despeito de um mercado um pouco mais apreensivo, a companhia teve um 2014 com números muito bons... A gente não espera nada muito diferente em 2015", disse Menin.
 
Em relação à terceira fase do programa habitacional Minha Casa Minha Vida, ele disse que o governo continua sensível ao tema e reiterou que não espera grandes mudanças.
 
"O governo sabe que não pode diminuir o tamanho do programa. A faixa 1 demanda muitos recursos do Tesouro, eventualmente o governo fará algum ajuste. Estamos seguros de que as condições continuarão muito parecidas com as atuais", acrescentou.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

13/11/2018

MRV investe R$ 160 milhões em infraestrutura urbana e incentiva novas concentrações habitacionais e comerciais

Saiba Mais

09/11/2018

MRV se alia à Renault para testar carros elétricos compartilhados em empreendimentos

Batizado de MRV SIM (Sustentabilidade, Inovação e Mobilidade)

Saiba Mais

08/11/2018

MRV ENGENHARIA APURA RECEITA RECORDE NO 3ºTRI

Lucro líquido foi de R$ 174 milhões; empresa espera encerrar o ano com 50 mil unidades lançadas.

Saiba Mais

07/11/2018

MRV recebe prêmio por práticas inovadoras na execução de obras

A companhia foi destaque no 12º Prêmio MasterInstal

Saiba Mais

01/11/2018

MRV REVOLUCIONA VISITA AOS APARTAMENTOS DECORADOS NO MATO GROSSO DO SUL

Saiba Mais

20/10/2018

MRV investe em novas frentes de negócio, lança marketplace com Magazine Luiza entre os parceiros

Empresa está investindo em parcerias para criar uma experiência cada vez melhor para seus clientes.

Saiba Mais

19/10/2018

Dia das Crianças na MRV

#SemanaDasCriançasMRV

Saiba Mais

18/10/2018

MRV Engenharia lança site que mostra toda energia limpa gerada em seus empreendimentos

Site vai monitorar consumo nos imóveis da MRV

Saiba Mais

COMPARTILHE ESSA INFORMAÇÃO COM SEUS AMIGOS, FAMILIARES E CONHECIDOS.