Relacionamento com o cliente

03/11/2017

Órbi, novo espaço de conexão para startups, começa a funcionar em BH

Iniciativa sem fins lucrativos é resultado da parceria do Banco Inter, MRV e Localiza e oferece áreas de coworking e espaços para cursos

Belo Horizonte tem, a partir de 1 de novembro, mais espaço para startups e iniciativas de inovação e empreendedorismo. O Órbi, iniciativa sem fins lucrativos montada pelo Banco Inter, MRV e Localiza, começa a funcionar oficialmente no primeiro dia de novembro em uma área de 2.500 metros quadrados na Avenida Antônio Carlos, no bairro de Lagoinha, na capital mineira, oferecendo espaço para startups e iniciativas ligadas a inovação e empreendedorismo.

A iniciativa foi anunciada em maio deste ano e agora inaugurada oficialmente. O Órbi nasce da junção dos esforços de empreendedores, algumas startups da San Pedro Valley e as três empresas mantenedoras. O projeto segue a tendência global de combinar em um mesmo local a oferta de serviços de coworking, com áreas de trabalho permanentes e temporárias para startups, e espaço para cursos, workshops, encontros de negócios e eventos.

"Estamos muito felizes em entregar para Belo Horizonte uma iniciativa que vai conectar o ecossistema de startups mineiro e incentivar o desenvolvimento de novos negócios", destaca João Vitor Menin, presidente do Banco Inter e idealizador do projeto. "Já fazem parte do Órbi startups que possuem soluções inovadoras e que terão um impacto social positivo em BH", afirma Menin.

De início será ofertada infraestrutura completa para 20 startups residentes, que estão em estágio pós-aceleração e que já gerem receita. Até agora já foram selecionadas 15 startups que passam a ter espaços de trabalho permanentes no local e ajuda especializada para se qualificarem a receber investimentos. O processo de seleção continua para as startups mineiras interessadas, que podem se inscrever pelo e-mail [email protected] .

A lista de startups selecionadas inclui iniciativas como a Acerto, focada na renegociação de débitos online; a Cotak, que oferece sistema multicálculo para otimizar o tempo e as vendas do corretor de seguros e a SVA Tech, que desenvolve soluções inovadoras que transformam câmeras de segurança em aparelhos inteligentes por meio da tecnologia de visão computacional e vídeo analítico

O Órbi ainda conta também com 10 startups âncoras, entre elas Maxmilhas, Solides e Sympla, grandes startups de Minas Gerais, que serão parceiras do projeto ao compartilhar seu know-how e experiência para as menores.

Fonte: IDGNOW

Últimas notícias

20/01/2020

MRV tem alta de 6% em lançamentos no 4º tri

A empresa afirmou que a concentração dos lançamentos ocorreu em dezembro

Saiba Mais

14/01/2020

Como a MRV Engenharia busca, pensa e estrutura a inovação?

Incorporadora tem investido em diferentes tecnologias emergentes. Recentemente, inaugurou laboratório dedicado à inovação

Saiba Mais

17/12/2019

Estamos vivendo um momento histórico no País. Talvez, não tenhamos entendido a magnitude dele

Uma das lideranças da MRV, incorporadora mineira com valor de mercado de R$ 8,7 bilhões, Eduardo Fischer investe em imóveis que atendem às novas tendências de consumo, com áreas verdes, conectividade e fontes de energia renováveis

Saiba Mais

12/12/2019

MRV conclui captação de primeiro fundo da Luggo

Operação teve lastro em 452 unidades de quatro empreendimentos residenciais

Saiba Mais

10/12/2019

Incorporadoras preveem 1 milhão de imóveis em 2020

O empresário Rubens Menin, da MRV, e presidente do conselho da Abrainc, diz que metade desse número virá do novo programa habitacional do governo

Saiba Mais

28/11/2019

MRV é eleita a melhor incorporadora da Região Noroeste do Paraná

Premiação do Sinduscon Noroeste aconteceu em Maringá e celebrou as empresas com as melhores práticas no mercado da região.

Saiba Mais

20/11/2019

MRV inaugura espaço tecnológico para inovar os tradicionais plantões de venda

Após lançar nova marca e posicionamento ao completar 40 anos, MRV apresenta Centros de Experiência para oferecer uma nova experiência aos clientes

Saiba Mais

19/11/2019

A meta é democratizar o acesso à energia solar

No ano passado, 60% dos empreendimentos lançados pela MRV Engenharia contavam com painéis fotovoltaicos. A meta é chegar a 100% até 2022

Saiba Mais

Compartilhe essa informação com seus amigos, familiares e conhecidos.